Estratégia de Comunicação – o que é e porque preciso dela para a minha empresa?

Entende-se por Estratégia de Comunicação o plano de organização do conjunto dos sinais emitidos pela empresa em direção aos seus colaboradores, aos seus clientes, aos seus distribuidores, aos líderes de opinião, aos prescritores e a todos os alvos que possam ser identificados no processo de fabrico, distribuição e venda. Para uma estratégia eficaz é necessário: 1. Análise da situação: utilize a análise swot para conhecer a realidade interna e externa da sua empresa ou do seu produto. Analise as ofertas da sua concorrência (e não apenas os preços que praticam), as campanhas publicitárias que desenvolvem (as promessas que fazem), as tendências do mercado interno e externo, as reclamações mais comuns dos consumidores. Pesquisa sobre as tendências mundiais de consumo. 2. Estabelecer os objetivos: estes podem ser definidos em valores de vendas, lucro, número de clientes ou em valores qualitativos como os níveis de recordação da marca, proximidade com o cliente, aumentar a fidelização. 3. Definição do target: entre clientes já conquistados, clientes a conquistar, influenciadores da compra, deverão ser definidos critérios demográficos, geográficos, sociais e económicos, de personalidade e estilo de vida, de comportamento de consumo, utilização e processo de compra. 4. Escolher o mix da comunicação: tendo em conta os passos anteriores será mais fácil de escolher os meios mais indicados para comunicar. Normalmente uma estratégia de comunicação inclui a utilização coordenada de vários destes meios: força de vendas, publicidade dita tradicional (outddor, rádio,imprensa e tv), direct marketing, marketing digital, relações públicas, promoções, patrocínio e mecenato, eventos e merchandisng. 5.Orçamento: dependendo do mix e da criatividade da campanha, o valor a investir poderá oscilar bastante. Lembre-se que nem sempre as campanhas mais complexas e caras são as mais eficazes. Uma grande ideia é aquela que consegue ser depurada ao ponto de se tornar tão simples e imediata quanto objetiva convincente. 6. Estratégia criativa e plano de media: este passo deve ser elaborado por uma agência de publicidade e compreende o desenvolvimento criativo da campanha e a escolha e reserva dos meios a utilizar. 7. Lançar a campanha e avaliação: a monotorização da campanha ao longo da sua implementação é essencial para confirmar que os objetivos estão a ser atingidos ou para efetuar as alterações necessárias. © Ana Eva Ferreira, gestão de projetos

TENDÊNCIAS DE MARKETING DIGITAL PARA 2023

Um estudo da Marktest indica que 60,9% dos portugueses, com mais de 15 anos, compra online, representando um aumento de 4,2% em relação a 2021. Assim sendo, as empresas têm de se tornar cada vez mais tecnológicas e preparadas para as evoluções constantes. Para que seja mais fácil alcançar estes 61% da população, indicamos as tendências de Marketing Digital para o ano de 2023, que está já ao virar da esquina. - Recolha de dados: é esperado que as empresas consigam recolher dados dos seus clientes de diferentes formas, para canalizar melhor a comunicação. Um exemplo de formato para recolher dados são formulários.

3 experiências digitais que me estão a deixar de queixo no chão.

Há mais na internet que o Facebook, blogs e lojas! Na vanguarda do novo webdesign, há também pérolas que turvam a fronteira entre design e arte, por vezes projetos pessoais, pequenas histórias contadas como nenhum outro meio o permite. 1- Polly Kole - Portfolio Este é capaz de ser o portfolio online mais tresloucado que já vi, mas é também um excelente exemplo de como transformar uma experiência web tradicionalmente estática numa viagem tridimensional por um espaço misterioso. Louco ou não, funciona, e a artista russa Polly Kole sabe o que está a fazer. Embora as pinturas deixem algo a desejar, a experiência de navegar neste site é do outro mundo. Pollykole 2- Insurrection - Estúdio iron Velvet Uma experiência audiovisual que nos leva de viagem pela Islândia, numa jornada de reflexão sobre a beleza peculiar dos ambientes exclusivos da ilha, acompanhado por observações dos fotógrafos sobre a transformação causada pelas alterações climáticas. Recomendo o uso de auriculares para melhor usufruir desta experiência. Insurrection 3- A Memoir project - Michael Blakenburg Este projeto tocante junta fragmentos autobiográficos do escritor americano Michael Blankenburg. Não é um e-book nem coisa que se pareça, e achei bastante interessante a escolha do meio digital para contar esta história. Embora simples, a experiência deste site é íntima, e na minha opinião tornada ainda mais potente pelas fotografias amadoras e o design das páginas, como se estivéssemos a ler o diário pessoal do autor, em vez de um livro distribuído em massa. A Memoir Project

Qual o processo para a criação de uma identidade?

A criação da identidade é o início da história de uma empresa e a representação do seu posicionamento no mercado em que atua. Para que a ela seja realmente única e inviolável existem oito aspetos chave no processo da sua criação. 1. Simples, memorável, intemporal, versátil, apropriado Temos a consciência de que concentrar toda a essência de uma empresa numa identidade é um trabalho árduo. Porém, é o único caminho para garantir que os clientes ou potenciais clientes facilmente reconhecem a marca. E para isso é necessário conseguir atingir o equilíbrio entre a clareza da mensagem e a simplicidade do conjunto gráfico. Uma identidade eficaz fica na memória do público por ser precisa, distintiva e clara. Será que daqui a 10, 20 ou 40 anos a identidade ainda será eficaz? Será que resistirá ao teste do tempo? Por exemplo, a identidade da Nike sofreu poucas alterações, o estilo foi modernizado, mas o conceito é o mesmo.